Usa Flag / English Version Bandeira do Brasil / Versão em Português
CURRENT MOON
Lua atual
As diferenciadas Crateras MESSIER e Messier A.
(créditos: Vaz Tolentino e NASA.)

Informações sobre a Foto

As diferenciadas Crateras MESSIER e Messier A.

(créditos: Vaz Tolentino e NASA.)

FotoCrateras MESSIER e Messier A - VTOL.

Cratera MESSIER:

Diâmetro: 14 Km X 9 Km (atípica - cratera alongada);

Profundidade: 2,08 Km

Coordenadas Selenográficas: LAT: 01° 54′ 00″ S, LON: 47° 36′ 00″ E.

Período Geológico Lunar: Copernicano (Copernican): 1,1 bilhão de anos atrás até os dias atuais.

 

Cratera Messier A:

Diâmetro: 15 Km X 11 Km (atípica - cratera alongada);

Profundidade: 2,27 Km

Coordenadas Selenográficas: LAT: 02° 00′ 00″ S, LON: 47° 00′ 00″ E.

Período Geológico Lunar: Copernicano (Copernican): 1,1 bilhão de anos atrás até os dias atuais.

Melhor período de observação de MESSIER e Messier A: 4 dias após a Lua nova ou 3 dias após a Lua cheia.

Quem foi Messier? Charles Messier (1730 – 1817) foi um astrônomo francês que descobriu 14 cometas e criou um catálogo dos objetos de céu profundo mais brilhantes, a partir do ponto de vista de sua latitude na França. Inicialmente esse catálogo possuía 103 objetos. Posteriormente, o catálogo foi completado com mais 7 objetos, totalizando 110.

As crateras de impacto MESSIER e Messier A formam um alvo duplo muito interessante e com características estranhas, localizadas na parte oeste do Mare FECUNDITATIS.

São crateras jovens, pouco degradadas e que se mantiveram quase nas suas formas originais de quando foram criadas, pois sofreram pouco com micro impactos subsequentes, além de terem ocorrido poucos desmoronamentos em suas paredes internas.

Crateras que mantiveram suas formas originais são difíceis de encontrar. Isso porque os deslizamentos das paredes internas e as quedas de escombros, ocorriam logo após os impactos. Esses efeitos colaterais provenientes da criação, na maioria das vezes, apagavam completamente as feições originais das paredes internas e das bordas externas da cratera.

MESSIER é uma cratera oval, alongada no sentido Leste – Oeste, resultante de impacto oblíquo rasante (1o a 5o) de um asteroide vindo do leste.

FotoAs diferenciadas crateras MESSIER e Messier A, localizadas no Mare FECUNDITATIS. Note os dois raios brilhantes de Messier A direcionados para oeste, quase paralelos. Foto executada por VTOL em 10‎ de ‎março‎ de ‎2012, ‏‎01:11:04.

Experimentos de impactos executados em laboratório criaram a explicação para o nascimento dessas duas estranhas crateras. Os resultados dos experimentos afirmam que o impacto de um projétil rasante escavou MESSIER e criou seu formato alongado. Outra parte desse mesmo projétil ricocheteou variando para baixo e formou a cratera Messier A com seus longos raios brilhantes direcionados para oeste (dois raios retos, estreitos e quase paralelos, que lembram a cauda de um cometa, que ficam destacados quando o Sol está alto. Os raios trilham uma distância de 120 km por sobre a superfície do Mare FECUNDITATIS).

FotoLua cheia apresentando a área de abrangência da foto apresentada anteriormente, juntamente com os perfis altimétricos de MESSIER. O de cima na direção N – S e o de baixo na direção W – E. Foto e perfis por VTOL - LRO QuickMap.

Messier A também é uma cratera oval, alongada na direção Leste – Oeste.  Sua borda oeste é mais pontuda. O fundo do piso de Messier A é plano e fica deslocado mais para o leste.

O piso alongado de MESSIER também é plano. Em ambas as crateras não houve inundação por lava e elas tem sua área interior com alto albedo (alta reflexão de luz). As crateras MESSIER e Messier A estão separadas por 9 Km distância de borda a borda.

Foto executada com apenas 1 frame em 10‎ de ‎março‎ de ‎2012, ‏‎01:11:04 (04:11:04 UT).

Foto da Lua cheia feita através do Telescópio Refrator APO Tele Vue 85 em 22‎ de ‎julho‎ de ‎2013, ‏‎20:38:10 (23:38:10 UT) - apenas 1 frame.

Foto executada com apenas 1 frame em ‎30‎ de ‎julho‎ de ‎2018, ‏‎00:30:06 (03:30:06 UT).

Foto executada com apenas 1 frame em 18‎ de ‎junho‎ de ‎2018, ‏‎19:09:56 (22:09:56 UT).

Foto executada com apenas 1 frame em ‎10‎ de ‎maio‎ de ‎2020, ‏‎01:36:08 (04:36:08 UT).

Foto executada com apenas 1 frame em ‎‎30‎ de ‎julho‎ de ‎2018, ‏‎00:30:06 (03:30:06 UT).

Collins

Morre o Astronauta Michael Collins ...
Morre o Astronauta Michael Collins aos 90 anos.
Morreu aos 90 anos, o grande astronauta americano Michael Collins (1930 - 2021), que pilotou comandante do Módulo de Comando Columbia da missão APOLLO 11, enquanto Neil Armstrong e Edwin Eugene Buzz Aldrin Jr. desciam na ... Leia mais

Morreu aos 90 anos, o grande astronauta americano Michael Collins (1930 - 2021), que pilotou ... Leia mais
28/04/2021
Bo2

Boletim Observe! do mês de maio de ...
Boletim Observe! do mês de maio de 2021
Nobres colegas. O Boletim Observe! do mês de maio de 2021 está disponível no endereço eletrônico mencionado a seguir: http://www.geocities.ws/costeira1/neoa/observe.pdf Leia a edição atual do ... Leia mais

Nobres colegas. O Boletim Observe! do mês de maio de 2021 está disponível no ... Leia mais
27/04/2021
Bernhard_schmidt

BERNHARD SCHMIDT: O GÊNIO ÓPTICO ...
BERNHARD SCHMIDT: O GÊNIO ÓPTICO DO SÉCULO XX
BERNHARD SCHMIDT : O GÊNIO ÓPTICO DO SÉCULO XX Nelson Travnik Há 142 anos, nasceu um homem que com um só braço iria revolucionar a fotografia sideral. Nos registros de nascimento de uma igreja de ... Leia mais

BERNHARD SCHMIDT : O GÊNIO ÓPTICO DO SÉCULO XX Nelson Travnik Há 142 ... Leia mais
17/04/2021