Usa Flag / English Version Bandeira do Brasil / Versão em Português
CURRENT MOON
Lua atual
Provável Cratera Fantasma, sem catalogação, junto à ABULFEDA
(créditos: Vaz Tolentino)

Informações sobre a Foto

Provável Cratera Fantasma, sem catalogação, junto à ABULFEDA

(créditos: Vaz Tolentino)

PROVÁVEL CRATERA FANTASMA, SEM CATALOGAÇÃO, JUNTO À CRATERA ABULFEDA.

Imagem: Lua cheia apresentando a abrangência da foto em destaque de hoje – VTOL.

Cratera ABULFEDA:

ABULFEDA é uma cratera de impacto com aro relativamente desgastado, de formato circular, com paredes internas estruturadas em terraços, apresentando piso interno liso e plano, pois foi inundado por lava basáltica. ABULFEDA está localizada nas terras altas do quadrante sudeste lunar, próximo do local de alunissagem da missão Apollo 16, que ocorreu a cerca de 122 Km a nordeste de ABULFEDA, em 21 de abril de 1972, às 02:23:35 UT.

ABULFEDA está posicionada nas coordenadas selenográficas LAT: 13° 48′ 00″ S, LON: 013° 54′ 00″ E. Essa cratera possui 62 Km de diâmetro e 1,23 km de profundidade. Seu nome homenageia Ismail Abu al-Fida, que foi um historiador e geógrafo sírio.

Junto à borda sul da cratera ABULFEDA inicia-se uma longa e proeminente cadeia retilínea de pequenas crateras, com cerca de 210 Km de comprimento, conhecida como Catena ABULFEDA, que provavelmente tenha sido formada a partir de impactos de partes de um cometa ou asteroide fragmentado.

Cratera FANTASMA No. 6:

Possível Cratera Fantasma sem catalogação:

Analisando a imagem publicada hoje (foto executada em 01‎ de ‎maio‎ de ‎2013, ‏‎03:08:08 (06:08:08 UT), apenas 1 frame), com o entardecer lunar na região da cratera ABULFEDA, eu percebi a existência de uma formação côncava-circular muito discreta (apesar de grande), deformada e desgastada, junto à borda oeste da cratera ABULFEDA. O ângulo oblíquo de luz solar na região enfocada (entardecer lunar) foi fundamental para a percepção da dita concavidade. Tal formação apresenta-se com características que apontam para uma possível cratera fantasma ou cratera fóssil, muito antiga e desgastada, possivelmente do período geológico lunar Pré-Ímbrico (de 4,55 bilhões até 3,85 bilhões de anos atrás).

Traçando o Perfil Altimétrico NW - SE, utilizando o LRO QuickMap da NASA, constatamos um clássico perfil côncavo, apresentando um diâmetro de aproximadamente 45 Km e profundidade máxima em torno de 900 m. Veja abaixo:

Imagem: O perfil altimétrico NW - SE da provável cratera fantasma, apresentando uma clássica concavidade - LRO QuickMap.

No entorno do aro desgastado, deformado e pouco aparente dessa provável formação fantasma, estão hospedadas os impactos de 5 pequenas crateras, que possuem nominação: Abulfeda L  (diâmetro: 5 Km), Abulfeda K  (diâmetro: 10 Km), Abulfeda O  (diâmetro: 7 Km), Abulfeda P  (diâmetro: 5 Km) e Abulfeda N  (diâmetro: 14 Km).

Imagem: A Cratera ABULFEDA e asuposta formação fantasma, junto de sua borda oeste. Note as pequenas crateras que estão hospedadas ao longo do desgastado aro da provável formação fantasma (Abulfeda L, Abulfeda K, Abulfeda O, Abulfeda P e Abulfeda N) – VTOL.

No catálogo oficial da IAU (International Astronomical Union), existem algumas formações fantasmas catalogadas oficialmente, que aparecem referenciadas em mapas lunares, como por exemplo, as crateras DAGUERRE (diâmetro: 46 Km), LAMONT (diâmetro: 106 Km) e STADIUS (diâmetro: 69 Km).

Composição fotográfica: Algumas das crateras fantasmas reconhecidas e catalogadas pela IAU: DAGUERRE, LAMONT e STADIUS – fotos por VTOL.

Porém, nossa misteriosa formação enfocada hoje, não está referenciada nos mapas lunares. Isso significa que, a suposta cratera fantasma, não é reconhecida e não está catalogada pela IAU.

Todas as demais formações que são visíveis no quadro da foto em destaque de hoje, são catalogadas e possuem nominações próprias definidas pela IAU (as formações principais possuem nomes próprios; as formações satélites possuem o nome próprio de sua formação principal, seguida de uma letra maiúscula), com exceção de nossa suposta cratera fantasma. Veja abaixo, uma tela do Virtual Moon Atlas:

Imagem: A mesma região da foto em destaque, obtida através do Virtual Moon Atlas, mostrando a nominação oficial da IAU para as formações presentes visíveis (inclusive as minúsculas), com exceção da provável cratera fantasma. – VMA.

Observe na composição fotográfica abaixo, a antiga, desgastada e deformada cratera PARROT (diâmetro: 70 Km, profundidade máxima: 2 Km ), que é catalogada pela IAU e também aparece no quadro da foto em destaque de hoje, junto à borda sul da grande cratera ALBATEGNIUS (diâmetro: 131 Km, profundidade: 3,2 km). Nessa composição, ao lado da cratera PARROT, está a nossa suposta cratera fantasma (diâmetro aproximado: 45 Km, profundidade aproximada: 900 m). Apesar de PARROT ser bem maior, observe como as duas desgastadas formações são semelhantes!

Composição fotográfica: A antiga e desgastada cratera PARROT ao lado da suposta cratera fantasma, também desgastada, identificada por VTOL na foto de 01‎ de ‎maio‎ de ‎2013, ‏‎03:08:08 (06:08:08 UT).

Exagero Vertical: 10X

Composição: Imagem da esquerda: normal. Imagem da direita: com exagero vertical de 10X. A utilização o recurso de Search Tool do LRO QuickMap (Projection: perspective; Vertical Exaggeration: 10X), nos facilita a percepção da concavidade da provável cratera fantasma.

Foto executada com apenas 1 frame em 01‎ de ‎maio‎ de ‎2013, ‏‎03:08:08 (06:08:08 UT).

Bo!

Boletim Observe! do mês de ...
Boletim Observe! do mês de setembro de 2021
Nobres colegas. O Boletim Observe! do mês de setembro de 2021 está disponível no endereço eletrônico mencionado a seguir: http://www.geocities.ws/costeira1/neoa/observe.pdf Leia a edição atual do ... Leia mais

Nobres colegas. O Boletim Observe! do mês de setembro de 2021 está disponível ... Leia mais
27/08/2021
Campinorte

UFRJ guarda em seu acervo os três ...
UFRJ guarda em seu acervo os três maiores meteoritos do Brasil.
O meteorito Campinorte, descoberto semienterrado perto de um lago, por um fazendeiro em 1992 na região rural de Campinorte, norte de Goiás, tem forma de uma pera com massa pesando aproximadamente 2 toneladas e dimensões com 75 ... Leia mais

O meteorito Campinorte, descoberto semienterrado perto de um lago, por um fazendeiro em 1992 na ... Leia mais
14/08/2021
S_o1

Blog "Sky and Observers" - agosto / ...
Blog "Sky and Observers" - agosto / 2021.
Neste mês (agosto / 2021) estão publicados no Blog "Sky and Observers", os seguintes assuntos: Colunas: Largue o cel e olhe para o céu #23 - Nebulosa Trífida 30 anos sem Jean Nicolini. Nota: Um ... Leia mais

Neste mês (agosto / 2021) estão publicados no Blog "Sky and Observers", os ... Leia mais
06/08/2021
Bo!

Boletim Observe! do mês de agosto ...
Boletim Observe! do mês de agosto de 2021.
Nobres colegas. O Boletim Observe! do mês de agosto de 2021 está disponível no endereço eletrônico mencionado a seguir: http://www.geocities.ws/costeira1/neoa/observe.pdf Leia a edição atual ... Leia mais

Nobres colegas. O Boletim Observe! do mês de agosto de 2021 está ... Leia mais
27/07/2021