Usa Flag / English Version Bandeira do Brasil / Versão em Português
CURRENT MOON
Lua atual
Mare Humorum & Gassendi
(créditos: Tolentino)

Informações sobre a Foto

Mare Humorum & Gassendi

(créditos: Tolentino)

 

MARE HUMORUM – 425 Km (265 milhas) de diâmetro. Lat: 24.4º S  Long: 38.6º W.   

Foto no mapa LAC 93.

Melhor época para observação: 3 dias após à fase “quarto crescente” ou 2 dias depois da fase “quarto minguante”.

Mare Humorum (Mar da Umidade) está entre os menores mares (ou “maria”) da Lua. Seu perímetro é “pavimentado” por lava basáltica escura, rica em ferro e magnésio, sendo visível a olho nu e facilmente identificável quando a Lua estiver próxima da fase “Lua Cheia”. Também é facilmente definida com o uso de telescópio, pois é contornada por montanhas e crateras brilhantes. O arco de montanhas define uma bacia quase circular com 425 Km (265 milhas) de diâmetro.

Inicialmente, era uma gigante depressão tendo talvez de 3 a 5 Km de profundidade. Tempos depois, impactos de asteróides e cometas criaram as grandes crateras que são vistas em suas bordas e muitas outras em seu interior que não são mais visíveis. Porém, a pré-existente grande depressão da bacia original, produziu profundas fraturas na crosta, possibilitando vários escapes para erupções de magma. A lava inundou a bacia com profundidade suficiente para soterrar muitas das crateras existentes em superfícies baixas de seu interior. Só aquelas em locais mais altos sobreviveram, como por exemplo, a cratera Gassendi.

GASSENDI – Cratera com 110 Km (69 milhas) de diâmetro. Lat: 17.6º S  Long: 40.1º W.

Foto no mapa LAC 93.

Melhor época para observação: 3 dias após à fase “quarto crescente” ou 2 dias depois da fase “quarto minguante”. 

Quem foi Pierre Gassendi Astrônomo, matemático, filósofo e padre frances (1592-1655).

A grande cratera Gassendi está destacadamente localizada na margem norte do Mare Humorum e foi inundada por lava quando da formação do referido Mare. Por isso, somente a sua borda circular e os picos centrais sobressaem-se acima da superfície.  Ao longo da borda de Gassendi, encontramos partes com alturas que variam de 200m a 2,5 Km acima da superfície. A superfície da cratera é cortado por um sistema de vários canais (rille), que dão um aspecto “fraturado” ao piso. Esse sistema de canais recebeu o nome de Rimae Gassendi

No lado norte de sua borda (lado mais elevado) existe uma pequena cratera “intrusa”, conhecida como “Gassendi A” (Lat: 15.5º S  Long: 39.7º W). O posicionamento de “Gassendi A” em relação à Gassendi, forma uma imagem semelhante a um anel com pedra preciosa.

Em abril de 1966, membros do “BAA Lunar Section” (British Astronomical Association – Seção Lunar) reportaram a aparição de uma súbita incandescência avermelhada em Gassendi. Essa coloração avermelhada foi confirmada por vários observadores experientes da época. A partir daí, Gassendi tornou-se um alvo quente para a procura de TLP (Transient Lunar Phenomena) - fenômeno lunar transitório, breve ou passageiro, que são descritos como aparições rápidas de luzes, cores ou mudança de aparência no visual, o que poderia demonstrar a existência de manifestações vulcânicas, escape de gases ou outros processos geológicos que supostamente implicaria que a lua não estaria geologicamente morta.

Ao norte de Gassendi encontra-se uma grande e quase fantasma cratera que foi inundada de lava conhecida como Letronne (diâmetro: 116 Km, Lat: 10.8º S  Long: 42.5º W). A parte norte da borda dessa cratera foi encoberta pela lava, fazendo uma abertura para o Oceanuns Procellarum (Oceano das Tormentas).

Externamente junto a margem oeste do Mare Humorum está situada a cratera Mersenius (diâmetro: 84 Km, Lat: 21.5º S  Long: 49.2º W). Na margem sul encontra-se a quase fantasma cratera Doppelmayer (diâmetro: 63 Km, Lat: 28.5 º S  Long:41.4 º W). Na margem leste existe a quase fantasma cratera Hippalus (diâmetro: 57 Km, Lat: 24.8º S  Long: 30.2º W).

Dados técnicos da foto:

Autor:

Ricardo José Vaz Tolentino.

Date and Time:      

08/22/2010, 00:29 UT        

Data e Hora:            

21/08/2010, 21h29m;

Foto com apenas 1 frame, sem longa exposição ou “empilhamento”. Não foram utilizados filtros.

Telescópio:                        

Refletor Dobsoniano SkyWatcher Collapsible Truss-Tube;

Diâmetro Espelho Primário:      

305mm (12”);

Distância Focal:                 

1500mm;

Focal/Ratio - (f/):               

5;

Tripé ou Montagem:                     

Dobsoniana;

Barlow:                                

Celestron Ultima 2X Barlow;

Câmera:                               

Orion StarShoot Solar System Color Imager II;

Sun

Curiosidades da Gnomônica - ...
Curiosidades da Gnomônica - RELÓGIO DE SOL COM CANHÃO
Curiosidades da Gnomônica - RELÓGIO DE SOL COM CANHÃO Por Nelson Travnik*- nelson-travnik@hotmail.com Nos inúmeros tipos de Relógios de Sol, existe um singular, com poucos exemplares no mundo: ... Leia mais

Curiosidades da Gnomônica - RELÓGIO DE SOL COM CANHÃO Por Nelson Travnik*- ... Leia mais
10/02/2018
Red_moon

Análise Preliminar do Eclipse ...
Análise Preliminar do Eclipse Lunar de 31 de Janeiro de 2018.
Análise Preliminar do Eclipse Lunar de 31 de Janeiro de 2018 Mostra Estratosfera Isenta de Cinzas Vulcânicas Por Helio C. Vital* Além de apreciarmos a beleza encantadora de um eclipse lunar total, existem duas atividades que ... Leia mais

Análise Preliminar do Eclipse Lunar de 31 de Janeiro de 2018 Mostra Estratosfera Isenta de ... Leia mais
10/02/2018
Oba2

OBA - Olimpíada Brasileira de ...
OBA - Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica.
Veja aqui: http://vaztolentino.com.br/secao/50-OBA-2018

Veja aqui: http://vaztolentino.com.br/secao/50-OBA-2018
01/02/2018
S_o

Blog "Sky and Observers" - Fev / ...
Blog "Sky and Observers" - Fev / 2018.
Caros(as) amigos(as), Neste mês estão publicados no Blog "Sky and Observers" os seguintes assuntos: Eclipse: O eclipse Parcial do Sol em 15 de fevereiro 2018! https://goo.gl/sVK5qa ... Leia mais

Caros(as) amigos(as), Neste mês estão publicados no Blog "Sky and ... Leia mais
01/02/2018